Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Eduardo Torto assume vaga de Juliethe Nitz que está em licença maternidade

Quinta, 27/2/2020 16:38.
Márcio Gonçalves
Torto assume vaga de Juliethe

Publicidade

Eduardo Meneghelli Junior, o Eduardo Torto, 1º suplente da coligação PL-REDE nas eleições municipais de 2016, foi empossado na sessão desta quarta-feira (26), na vaga de Juliethe Nitz (PL), que entrou em licença maternidade.

O vereador entregou à Mesa Diretora sua declaração pública de bens e seu diploma expedido pela Justiça Eleitoral, fez a leitura do termo de compromisso, assinou o livro de posse e utilizou a tribuna para falar sobre o mandato que inicia. Eduardo Torto foi vereador titular na 7ª Legislatura da Câmara de Balneário Camboriú (1993 e 1996) e vereador suplente em 2015 e 2016, na 15ª Legislatura.

Após a posse, foi feita a leitura de ofício da liderança do PL, indicando o vereador Pedro Francez como 1º secretário da Mesa Diretora do Legislativo, no lugar de Juliethe Nitz.

Na sessão foi aprovado projeto da vereadora Zezé Wolff (PDT), que segue agora para sanção do prefeito.

A proposição visa “instituir e normatizar o levantamento físico-cadastral e a avaliação da situação dominial dos Imóveis Públicos do Município de Balneário Camboriú, tendo como objetivo documentar informações coletadas em campo para manter-se atualizados os inventários de imóveis públicos e fortalecer o gerenciamento e controle no que tange à administração de informações imobiliárias”.

O projeto determina que o levantamento físico-cadastral de cada imóvel contemplará, dentre outros, o levantamento e avaliação da situação cartorial e/ou jurídico-dominial e do valor de mercado do imóvel. Já a situação dominial, de acordo com o texto, é a investigação do domínio de um imóvel ou terreno, de acordo com a escritura e mapas cartográficos.

O projeto estipula que caberá ao Poder Executivo a regulamentação da lei.

“É um projeto que venho estudando desde o dia em que entrei no Patrimônio”, disse a vereadora. Ela assumiu a vaga do vereador Patrick Machado por 30 dias. Nos próximos dias deverá retornar ao cargo de diretora do Patrimônio Público da prefeitura.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Márcio Gonçalves
Torto assume vaga de Juliethe
Torto assume vaga de Juliethe

Eduardo Torto assume vaga de Juliethe Nitz que está em licença maternidade

Publicidade

Quinta, 27/2/2020 16:38.

Eduardo Meneghelli Junior, o Eduardo Torto, 1º suplente da coligação PL-REDE nas eleições municipais de 2016, foi empossado na sessão desta quarta-feira (26), na vaga de Juliethe Nitz (PL), que entrou em licença maternidade.

O vereador entregou à Mesa Diretora sua declaração pública de bens e seu diploma expedido pela Justiça Eleitoral, fez a leitura do termo de compromisso, assinou o livro de posse e utilizou a tribuna para falar sobre o mandato que inicia. Eduardo Torto foi vereador titular na 7ª Legislatura da Câmara de Balneário Camboriú (1993 e 1996) e vereador suplente em 2015 e 2016, na 15ª Legislatura.

Após a posse, foi feita a leitura de ofício da liderança do PL, indicando o vereador Pedro Francez como 1º secretário da Mesa Diretora do Legislativo, no lugar de Juliethe Nitz.

Na sessão foi aprovado projeto da vereadora Zezé Wolff (PDT), que segue agora para sanção do prefeito.

A proposição visa “instituir e normatizar o levantamento físico-cadastral e a avaliação da situação dominial dos Imóveis Públicos do Município de Balneário Camboriú, tendo como objetivo documentar informações coletadas em campo para manter-se atualizados os inventários de imóveis públicos e fortalecer o gerenciamento e controle no que tange à administração de informações imobiliárias”.

O projeto determina que o levantamento físico-cadastral de cada imóvel contemplará, dentre outros, o levantamento e avaliação da situação cartorial e/ou jurídico-dominial e do valor de mercado do imóvel. Já a situação dominial, de acordo com o texto, é a investigação do domínio de um imóvel ou terreno, de acordo com a escritura e mapas cartográficos.

O projeto estipula que caberá ao Poder Executivo a regulamentação da lei.

“É um projeto que venho estudando desde o dia em que entrei no Patrimônio”, disse a vereadora. Ela assumiu a vaga do vereador Patrick Machado por 30 dias. Nos próximos dias deverá retornar ao cargo de diretora do Patrimônio Público da prefeitura.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade