Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esportes
Após apontar esquema corrupto para favorecer Brasil, Messi é suspenso por 3 meses
Sábado, 3/8/2019 7:31.
Código19/Folhapress.

Publicidade

A Conmebol suspendeu, nesta sexta-feira, o astro argentino Lionel Messi de partidas internacionais com a seleção argentina por três meses por causa de declarações polêmicas sobre corrupção na última Copa América, disputada no Brasil.

O órgão sul-americano também multou o jogador do Barcelona em US$ 50 mil (cerca de R$ 194 mil) por seus comentários após a vitória da Argentina diante do Chile, por 2 a 1, na disputa do terceiro lugar da competição continental.

Na oportunidade, após o jogo na Arena Corinthians, Messi não aceitou receber a medalha de bronze e disse que a Copa América estava "armada" para o Brasil, devido aos lances polêmicos ocorridos na semifinal em que a Argentina foi derrotada por 2 a 0 para a seleção brasileira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Os argentinos reclamaram a não marcação de dois pênaltis.

"Não fui à premiação porque nós não temos que ser parte desta corrupção. Nos faltaram com respeito durante toda esta Copa América. Não nos deixaram chegar na final", afirmou o camisa 10 da Argentina naquela ocasião, no início do mês passado.

Messi e a Associação de Futebol Argentino (AFA) ainda podem recorrer da decisão da Conmebol, que impede o atacante de jogar em quatro amistosos este ano. O jogador, de 32 anos, fica impedido de atuar em setembro, contra o Chile e o México, além de mais outros dois duelos, em outubro, diante de Alemanha e um adversário a ser definido.

Messi já está suspenso do primeiro jogo das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar por causa da expulsão no jogo contra os chilenos na Copa América. Ele também foi multado em US$ 1,5 mil (cerca de R$ 5,6 mil) quando foi julgado anteriormente pela Conmebol apenas pelo cartão vermelho recebido naquele duelo. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Após apontar esquema corrupto para favorecer Brasil, Messi é suspenso por 3 meses

Código19/Folhapress.

Publicidade

Sábado, 3/8/2019 7:31.

A Conmebol suspendeu, nesta sexta-feira, o astro argentino Lionel Messi de partidas internacionais com a seleção argentina por três meses por causa de declarações polêmicas sobre corrupção na última Copa América, disputada no Brasil.

O órgão sul-americano também multou o jogador do Barcelona em US$ 50 mil (cerca de R$ 194 mil) por seus comentários após a vitória da Argentina diante do Chile, por 2 a 1, na disputa do terceiro lugar da competição continental.

Na oportunidade, após o jogo na Arena Corinthians, Messi não aceitou receber a medalha de bronze e disse que a Copa América estava "armada" para o Brasil, devido aos lances polêmicos ocorridos na semifinal em que a Argentina foi derrotada por 2 a 0 para a seleção brasileira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Os argentinos reclamaram a não marcação de dois pênaltis.

"Não fui à premiação porque nós não temos que ser parte desta corrupção. Nos faltaram com respeito durante toda esta Copa América. Não nos deixaram chegar na final", afirmou o camisa 10 da Argentina naquela ocasião, no início do mês passado.

Messi e a Associação de Futebol Argentino (AFA) ainda podem recorrer da decisão da Conmebol, que impede o atacante de jogar em quatro amistosos este ano. O jogador, de 32 anos, fica impedido de atuar em setembro, contra o Chile e o México, além de mais outros dois duelos, em outubro, diante de Alemanha e um adversário a ser definido.

Messi já está suspenso do primeiro jogo das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar por causa da expulsão no jogo contra os chilenos na Copa América. Ele também foi multado em US$ 1,5 mil (cerca de R$ 5,6 mil) quando foi julgado anteriormente pela Conmebol apenas pelo cartão vermelho recebido naquele duelo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques