Jornal Página 3
Colunistas
Cidade

Município terá autonomia para realizar concessões e permitir eventos


Policia

Objetivo é passar por todos os bairros antes do verão


Saúde

Saúde reativou a programação após revogação de liminar


Geral


Geral


Cultura

Projeções são gratuitas e acontecem nos meses de outubro, novembro e dezembro


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

Com golaço de Wagner, Vasco vence Avaí em Florianópolis

(UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco venceu o Avaí por 2 a 1 nesta quarta-feira (11), na Ressacada, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Na semana passada, o meia vascaíno Wagner chamou a atenção com uma curiosidade em relação à família. Ainda sem ter uma grande sequência em função de lesões e opção táticas, o atleta revelou que seus filhos pequenos questionaram se ele jogava mesmo no clube carioca.

Em Florianópolis, ele foi titular e, com um golaço logo aos 2 minutos, "provou" às crianças que está muito bem na ativa. De fora da área, o meia bateu colocado, de pé esquerdo, no ângulo e sem chances para o goleiro avaiano Douglas.

Já aos 23 minutos, Andrés Ríos ampliou para os vascaínos. Após jogada e cruzamento de Nenê, a bola sobrou na área, nos pés do atacante, que bateu rasteiro no canto para marcar.

Pouco depois, Pedro Castro cobrou falta para o Avaí, Alemão subiu para cabecear com Anderson Martins e a bola bateu na trave. A arbitragem, porém, anotou impedimento. O gol dos mandantes só viria a ocorrer na segunda etapa.

Antes, no intervalo, um avaiano foi expulso. Assim que acabou o primeiro tempo, os jogadores do Avaí cercaram o trio de arbitragem, e o reserva Willians levou o vermelho.

Na saída de campo, o zagueiro Betão fez acusações. "O Vasco enrola desde o primeiro minuto de jogo. Fomos falar com o árbitro, e ele só respondeu com um monte de palavrão, mandando todo mundo para aquele lugar. Distribui cartão porque é autoridade, isso não está certo", disse à TV Globo.

Quando a bola voltou a rolar, outra expulsão: Rios, autor do segundo gol do Vasco, foi punido por deixar o braço no rosto de Pedro Castro.

Não bastasse o cartão vermelho, a falta originou o gol de honra do Avaí.

Após cobrança de Marquinhos, Fagner Alemão desviou, e a bola sobrou para Betão, livre de marcação, dar números finais ao duelo.

O resultado fez com que a equipe do técnico Zé Ricardo novamente voltasse a sonhar com uma classificação para a Libertadores de 2018.

O time agora ocupa a nona colocação, com 36 pontos, e tem pela frente o clássico com o Botafogo neste sábado (14), no Maracanã.

Já o Avaí, com a derrota, se afundou ainda mais na zona de rebaixamento -em 18º, com 30 pontos- e ficou em situação delicada no Campeonato Brasileiro.

AVAÍ
Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson (Lourenço), Simião (Marquinhos), Luan Pereira e Pedro Castro; Joel (Romulo) e Júnior Dutra. T.: Claudinei Oliveira

VASCO
Martín Silva, Madson, Paulão, Anderson Martins e Ramon; Wellington, Jean, Mateus Vital (Paulo Victor), Nenê (Rafael Marques) e Wagner (Yago Pikachu); Andrés Rios. T.: Zé Ricardo

Estádio: Ressacada, Florianópolis (SC)
Juiz: Wagner Reway (MT)
Cartões amarelos: Betão, Capa, Marquinhos, Lourenço, Junior Dutra (AVA); Madson, Wagner, Andrés Rios (VAS)
Cartões vermelhos: Willians (AVA); Andrés Rios (VAS)
Gols: Wagner (VAS), aos 2 minutos, e Andrés Rios (VAS), aos 23 minutos do primeiro tempo; Betão (AVA), aos 16 minutos do segundo tempo 


Quinta, 12/10/2017 7:30.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br